Sites Grátis no Comunidades.net
Crie seu próprio Site Grátis! Templates em HTML5 e Flash, Galerias em 2D e 3D, Widgets, Publicação do Site e muito mais!

ImageChef Custom Images


SOU TEÓLOGA, MISSIONÁRIA, ESTUDANTE DE DIREITO, FIZ CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIROS, DE GREGO ANTIGO E HEBRAICO PARA TRADUZIR OS MANUSCRITOS BÍBLICOS, E ATUALMENTE DEDICO-ME A PESQUISAR AS TESTEMUNHA DE JÉOVÁ.
Total de visitas: 55309
AS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ E SEU ENVOLVIMENTO COM A MAÇONARIA

Fritz Springmeier, autor da obra The Watchtower and the Masons (A Torre de Vigia e os Maçons) afirma que o fundador das Testemunhas de Jeová, Charles Taze Russell, teve ligações com a maçonaria, pelo fato de ter pregado em lojas maçônicas. Evidência disto é o fato de haver no túmulo de Russell uma pirâmide, e a Sociedade Torre de Vigia ter adotado, até 1930, uma cruz dentro de uma coroa, como logotipo nas edições da revista The Watchtower, a atual A Sentinela.

Aqui consta uma pregação de Russell, uma "novidade" traduzida para o português e que deve fomentar a discussão sobre a participação ou não de Russel com a Maçonaria. A transcrição de trecho do discurso "O Templo de Deus", proferido por ele em 1913 em uma loja maçom é de fato muito interessante. É um resgate do passado da Watchtower, que pode ser útil tanto para TJ's como para qualquer pessoa interessada no assunto.
Agradeço a colaboração de Romilda Galiardi, que traduziu e me enviou o texto para publicação.
“O Irmão Brasileiro
Levanta-se a questão agora: Como nos tornamos membros dessa Ordem? Gostaria de se tornar um dos cavaleiros templários nesse plano celestial? Não estou falando nada contra os cavaleiros templários terrestres. Use seu próprio julgamento. Nunca disse de uma forma ou de outra sobre o que devemos comer, beber ou vestir. Simplesmente digo como estar em harmonia com Deus conforme diz a Bíblia e cada homem e mulher deve usar seu próprio critério com respeito da vontade de Deus. Se você acha que é a vontade de Deus ser sócio de uma ordem beneficente e não se sente suficientemente beneficente para se tornar um seguidor do Senhor, vá e se junte a essa ordem beneficente. Se você acha que deve se tornar um membro da ordem admitida e livre da maçonaria e não se sente um maçônico livre o suficiente como um seguidor de Cristo, Deus te abençoe, use seu julgamento. É você quem decide, não eu. Mas estou falando agora desta grande obra da maçonaria, em que Jesus é o Grande Mestre. O ingresso nessa Ordem é de uma maneira peculiar. Há certas condições - o portão estreito, o caminho difícil. Embora nunca tenha sido maçom, ouvi dizer que na maçonaria eles têm algo que ilustra bem isto. É cavalgar em um bode, etc. E a bíblia fala de bode, você sabe. A bíblia diz que o bode que você tem que montar, mais ou menos todo o dia, é a sua própria carne. Nossos amigos maçônicos explicam isto muito bem. Me admiro como eles descobriram este segredo de nossa mais Alta Ordem aceita de Maçonaria.
Quando você se torna um membro do Sacerdócio Real, uma pedra viva, um membro do Artífice da Maçonaria, do ponto de vista de Deus, para se amoldar e moldar outros, e ajudam uns aos outros nesta moldagem para o Reino, um lugar no Templo Real – daquele momento em diante é necessário entrar pela porta estreita e difícil. Jesus descreveu isto dizendo: Se alguém quiser ser meu seguidor – isto quer dizer, se alguém há de ser membro desta mais alta e aceita maçonaria - negue a si próprio pegue sua cruz e siga-me.
E me foi dito que os maçons têm outra ilustração que representa isto - cada alfinete da roupa deve ser removida, e nada, absolutamente nada nas mãos eu trago. Desta forma também entendemos nós. A mais alta Ordem da Maçonaria, não te deixa uma única coisa, quando você entra. Deixa tudo para Deus - tudo mesmo, inclusive você. Esta é a condição. É a mais estrita condição em qualquer ordem secreta do mundo.
• Você quer dizer que a Igreja de Deus é uma Ordem secreta?
Sim, certamente que é. É a Ordem secreta mais maravilhosa que o mundo já viu. O mistério de Deus não foi dado ainda, a bíblia diz - O mistério que Deus tem mantido em segredo desde a fundação do mundo - não terá acabado até o soar da sétima trombeta. A bíblia diz que a Igreja é um mistério – o mistério está representado na igreja. Então podemos andar pelo mundo e o mundo não nos conhece, assim como não conheceu ELE.
• O mundo reconheceu o Grande Mestre, quando aqui esteve?
• NÃO
• O mundo assassinou o Grande Mestre?
• SIM
E a maçonaria também teve o seu grande mestre assassinado. É a mesma ilustração. Os maçons admitem que o primeiro maçom foi morto porque ele tinha o segredo. Na teoria maçônica o primeiro maçom (arquiteto) tinha o segredo da planta do templo e que quando ele foi morto, mais ou menos, o mistério relacionado com o templo ficou perdido, e que certas características não se completarão até a ressurreição dele. Então os maçônicos como um corpo, declaram, hipoteticamente, que estão esperando o retorno daquele primeiro mestre maçom, que perdeu a sua vida lá atrás nos dias de Salomão, por causa do segredo do templo. Então você e eu como sub-maçons estamos esperando o retorno de nosso Mestre Maçom que deu a sua vida em relação a construção do Templo, a Igreja.
Podemos encontrar outras analogias, mas esta é cheia de significado para o assunto principal. A única maneira da pessoa entrar nesta Alta Ordem de Maçonaria Divina é negando a si próprio, se render – e por montar no seu bode até a morte. O bode representa sua natureza humana. Se sofremos com Ele, reinaremos com Ele, se morrermos com Ele, está é a condição em que devemos viver com Ele.
É interessante saber algo a respeito dos graus na maçonaria, também. Alguns são iniciantes e nunca chegam à perfeição. O primeiro passo ou grau é reconhecer e ter fé que Jesus é o nosso Salvador. Isso nos dá o direito de ir para mais altos graus. Então se você se tornar um daqueles que tem o direito de conhecer os segredos do Senhor e saber sobre os mistérios que pertence a mais Alta e aceita Maçonaria, galgaremos degraus maiores, porque os que estão no primeiro degrau, sabem praticamente muito pouco. O apóstolo nos diz que a homem natural, as coisas do mundo não entendem as coisas do Espírito de Deus, nem pode conhecê-los, porque as coisas de Deus se discernem espiritualmente. Pois então, desde que os mistérios desta Ordem devem ser discernidos espiritualmente, há segredos que ninguém na terra pode descobrir.
Mais do que isso, nossos amigos maçônicos tem um grande problema em manter seus segredos, em impedir que vazem, mas Deus na sua grande sociedade secreta, fixou o segredo de forma que você pode falar a vontade e outro homem não pode entender a menos que tenha a senha, a chave. Jesus orou no mundo, orou em público e milhares o ouviram, mas bem poucos entenderam. E você e eu podemos contar as boas novas e a bíblia diz que nenhum dos perversos entenderão. Por quê? Porque eles precisam pertencer a esta Ordem antes que tenham ouvidos para ouvir. Felizes os ouvidos dos que ouvem. Felizes os olhos que vêem. Feliz são os seus olhos porque vêem. Nem todos tem ouvidos para ouvir e olhos para ver. Apenas aqueles que vieram para esta Divina Maçonaria tem visão espiritual, e essa direção espiritual e sabem as coisas que gratuitamente nos é dado. É algo gratuitamente dado a uma determinada classe e não se pretende dar a ninguém mais. Porque não para todos? Porque Deus não está lidando com o mundo. Ele lidará com o mundo depois que construir o Templo. Mas eles nunca serão sacerdote, ou membros do Templo. Serão grandemente abençoados com a restituição da perfeição humana. Será maravilhoso para o mundo, mas a eles não será permitido conhecer os segredos que este Grande Arquiteto está executando porque eles interfeririam com os planos de Deus. Por exemplo, se todos os judeus tivessem entendido a respeito do nosso Senhor Jesus, tivessem entendido suas parábolas e dizeres obscuros, eles não o teriam crucificado. Então como se cumpririam as Escrituras? Como teria sido executado o plano de Deus? São Pedro disse a alguns judeus “Eu soube disto enquanto estava na ignorância, porque se seus velhos tivessem o conhecimento não teriam crucificado o Agente da Vida. Quão sábio é da parte de Deus manter uma pequena parte deste segredo, a parte do mundo e não deixá-los saber muito. Além do mais, à medida que o mundo adquire conhecimento, aumenta a responsabilidade. Quanto mais conhecimento adquiro de Deus e de suas Escrituras, mais aprecio seu amor, sabedoria e misericórdia, não apenas para os da classe de Sacerdócio Real, esta classe do Templo mas também para aqueles que finalmente são abençoados por de Jesus através de seu Templo.
Novamente repito o que Jesus disse sobre os termos dos associados. Não sei se todos somos membros desta Ordem ou não. Você sabe, esta Ordem é tão secreta que não é sempre que nos conhecemos. Não é maravilhoso? Acho que é assim também com os Maçons. Muitos maçons apertam minhas mãos e me dão seu apoio, mas não como maçom. Alguma coisa que faço parece o mesmo que eles fazem, não sei o que. Várias vezes, eles tem me dado todo tipo de apoio, e eu também. Digo que não sei nada a respeito dos segredos deles , exceto poucas coisas que me vem naturalmente. Mas Deus arranjou tudo de uma tal maneira que não podemos saber quem são os Maçons aprovados. Somente Ele sabe. Somente ele sabe quão leais e verdadeiros somos no coração. Podemos colocar uniforme e usar vestimentas especiais - e acho também que há muitos Maçons que assim desfilam, os quais não atendem os mais altos padrões da maçonaria e que envergonham a muitos de seus irmãos maçônicos. Portando muitos se filiam e tem mais ou menos a mesma aparência de serem cristãos, mas não o são realmente no coração. Quisera saber quanto de nós aqui presentes tomaram o primeiro passo, o primeiro grau! Quantos tomaram o segundo e o terceiro passo? Quantos se tornaram cavaleiros, posso dizer – cavaleiros templários! Isto significa, simplesmente, estar na posição mais destacada relacionado aos serviços do Templo, como por exemplo ser líder da Igreja. Quer dizer alcançando degraus mais elevados para ser líder na Igreja de Cristo. Ser Cavaleiro Templário, estar entre aqueles que são funcionários especiais em qualquer assunto de interesse do Templo e que sabe o máximo sobre as coisas do Templo.
Vocês sabem que nessas Ordens da Maçonaria, conforme progridem, de um passo para outro, aprendem mais e mais e há maçônicos trigésimo segundo grau que sabem muito mais coisas que os maçons do décimo quarto ou décimo sexto plano. E aqueles do décimo quarto plano sabem muito mais dos que estão abaixo no terceiro grau. É um conhecimento graduado. Assim acontece no Templo Espiritual. O apóstolo nos admoesta a galgarmos graus mais elevados. Nos fala em crescimento na graça e conhecimento e em todas as características pertencentes ao nosso Senhor, e se tornar cada vez mais parecido com o nosso Grande Comandante, o Sumo Sacerdote de nossa fé , o grande Templário de todos os templários, aquele que morreu por nós e nos deixou o exemplo. Que não somente nos redimiu, mas nos deu a oportunidade de nos tornarmos membros de uma fraternidade mais elevada e nos deu exemplo de como devemos caminhar.
Um maçônico nos falará com grande orgulho - nós maçônicos tentamos viver nos mais altos padrões. Tenho certeza que sim. Digo meus caros amigos, nós os pertencentes à Ordem Maçônica aceita e livre sob o comando de nosso Senhor Jesus Cristo, temos os mais altos padrões e a nossa cruz não é aquela no topo da espada, mas a nossa é a cruz de Cristo, com a qual devemos ser marcados dia após dia. E nossas marcas não são uniformes e roupagem branca, mas nosso comandante nos dá diversas marcas se pertencermos ao seu alto comando. Um dos mais altos desta Ordem, equivalente a um décimo segundo grau espiritual da maçonaria, eu diria é São Paulo. São Paulo em uma de suas epístolas se exultou a respeito de suas marcas. Disse: “suportei em meu corpo as marcas do nosso Senhor Jesus Cristo. Sou um deles. O que isto significava? Ora não eram marcas que o mundo apreciaria. Eram marcas como aquelas que nosso Salvador tinha e tais quais todo elevado maçom espiritual deve Ter.
• Onde eram essas marcas, pastor Russel?
São Paulo continua sua narrativa: assim como Jesus tinha marcas de ter sido golpeado e condenado, batido e crucificado, essas eram suas marcas da fé em Deus, na verdade e na justiça. São Paulo disse que muitas vezes ele havia sofrido naufrágios, muitas vezes recebeu trinta e nove chicotadas e com sal esfregado nas costas para que a dor fosse aguda e deixasse marcas. E disse que mesmo assim ele glorificava a Deus. Essas são as marcas que os da fraternidade maçônica não conhecem muito. Geralmente são marcas notáveis entre os homens. Nossa Sociedade tem suas marcas próprias, e há um que conhece todas essas marcas. Se a Seu serviço você recebe todas essas marcas Ele lhe diz que lhe é fiel e que o fará. Fará o que? Oh! Ele nos dará abundantemente muito mais do que poderíamos pedir ou pensar e todas essas aflições leves e que são temporárias e transitórias trabalhará em nós para a glória eterna que excede todas as coisas. Onde? Além de toda a imaginação, no Templo que está preste a ser construído no Sacerdócio Real que está prestes a ser estabelecido, do qual Jesus é o cabeça.
Já tomou o primeiro passo de humildade em reconhecer seus pecados? Já reconheceu que não tem nada nas mãos para oferecer a Deus para que Ele o considere justo e aceitável? Já reconheceu que confia no precioso sangue de Jesus? Já galgou esses degraus? Já disse “ Em Sua cruz me agarro ? Já tomou esses passos?
Já disse: Senhor, me entrego a tí. E já teve a iniciação neste elevado grau em que possa ser chamado de um sacerdote, um santo de Deus, um membro desse Sacerdócio Real? Espero que sim.
Está você indo de graça após graça, de conhecimento após conhecimento, de um grau a outro grau? Está deixando as coisas da vida de forma que possa trabalhar e praticar mais e mais nas coisas que pertencem a nossa ordem da maçonaria livre e aceita. Esta é mais esplêndida Maçonaria de todas. Este o mais esplêndido Templo de todos. Todos os outros templos das outras sociedades, são apenas sombras e ilustrações Deste que é o maior de todos. Não importa de onde venha, quem tenha sido, quando vem para Jesus para ser um dos membros de sua Ordem, tem direitos a regalias e tudo que pertence à Ordem. E não tem a liberdade de voltar aquilo que estava atado anteriormente. Há apenas uma maneira de o aceito por Deus, concedido um grau do Espírito Santo sair. E uma vez que esteja dentro, há apenas uma maneira de colocá-lo fora e isto é feito de acordo com os arranjos de Deus porque há um escrito secreto dos nomes, mesmo na nossa ordem. O nome deles está escrito nos céus. Ninguém sabe quem são seus membros.
O que significa Maçonaria livre e aceita?
Meus caros irmãos , nós somos livres, mas não livres para pecar, graças a Deus!
Nosso desejo de estar em relação com Deus significa que não amamos o pecado, e que estamos livre disto, livres da dominação do pecado, livres do medo da morte, livre da condição do pecado e morte que uma vez estivemos quando éramos filhos da ira como os outros. As algemas caíram. Se o Filho nos torna livres, então somos livres de fato. E desta forma, todo homem liberto pelo Senhor Jesus Cristo, pelo mérito de seu sacrifício , aquele que apresentou seu corpo como sacrifício vivo, recebido por Deus, que nos induziu a esta fraternidade maçônica na sua maçonaria da mais elevada ordem, dentro do sacerdócio real- tal homem liberto, fica feliz na sua posição porque o espírito da Gloria de Deus repousa nele. E quanto mais entrega sua vida, quanto mais fé tem, mais zeloso fica nas regras da Ordem e mais progresso fará, mais elevada será sua posição. Ascende de estágios em estágio, de grau em grau até alcançar o mais elevado de todos no senso de plenitude do favor do Grande Capitão em comando da nossa salvação.”

Provas irrefutáveis

A pedra memorial do túmulo de Russel. Note que ele é visto como o sétimo, ou "mensageiro de Laudicéia" às Igrejas (Revelação 3:14). Os primeiros seis são alistados como: Paulo, João, Arius, Waldo, Wycliffe e Luther (O Mistério Consumado [Edição americana] - The Finished Mystery, Karatol edition, 1918, p. 64).





O memorial da Sociedade Torre de Vigia, com um emblema da cruz e uma coroa. Note a pedra memorial de Russel no fundo.









os emblemas da cruz e da coroa, e "Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e tratados (Watch Tower Bible and Tract Society) entalhados na pedra.(note a controvérsia quanto à cruz, as Tjs pregam que Jesus foi pregado em uma estaca, no entanto há uma CRUZ no túmulo de Russell).



Símbolo maçonico


Em Novembro de 1913, Russell proferiu outro discurso - não em uma congregação (ou 'eclésia', como chamavam-na) - mas na sede maçônica de Pasadena -California, no qual emitiu as enigmáticas palavras:
"Estou muito contente em ter esta oportunidade particular de dizer umas palavras sobre algumas coisas de comum acordo com nossos amigos maçons, pois estamos falando em um edifício consagrado à Maçonaria, e porque, ademais, nós também somos maçons. Eu sou um Franco-maçom livre e aceito... Eu creio que todos somos... Não vou falar nada contra a maçonaria... De fato, alguns de meus melhores amigos são maçons e eu reconheço que há certas verdades preciosas que são sustentadas em parte por nossos amigos maçons."


O pronunciamento do 'pastor' diante da comunidade maçônica não foi um evento secreto. Ao contrário, acha-se registrado, em sua inteireza, no compêndio 1913 Convention Report [Relatório da Convenção de 1913] dos 'Estudantes da Bíblia'.



O discurso de Russell diante dos maçons contém palavras que vão muito além do que a Testemunha de Jeová mediana - hoje em dia - poderia suportar sem sofrer sérios abalos na fé que abraçou. Extraímos um trecho particularmente impressionante:


Tradução:
´É assim... O Grande Mestre Artífice da nossa Alta Ordem de Maçons Livres e Aceitos, o Senhor Jesus Cristo, lançou a fundação de tudo; como a bíblia diz, Outra fundação nenhum homem pode lançar que não aquela que está lançada, Jesus Cristo. Ele tem a fundação da alta e aceitável maçonaria, e tudo o que pertence a ela."
Diante das graves implicações da declaração acima, dificilmente uma Testemunha de Jeová hoje daria crédito a esta evidência - preferindo supor que se trata de uma frraude - até porque jamais ouviu uma só palavra ou leu uma só linha sobre esse discurso na literatura recente da Sociedade Torre de Vigia. É compreensível que aja assim, pois a maioria dos adeptos sequer conhece o compêndio acima citado e muito dificilmente teria acesso a algum exemplar remanescente dele após quase 90 anos. Por outro lado, a organização central parece preferir mantê-los em ignorância. É justamente tal lacuna que este artigo pretende preencher.
A tese segundo a qual o movimento dos 'Estudantes da Bíblia' era, em certa medida, herdeiro das crenças maçônicas não é nova. Ela já serviu de base para a publicação de um livro - The Watchtower and the Masons ('A Torre de Vigia e os Maçons'), de Fritz Springmeier, no qual o autor traça um curioso paralelo entre as duas entidades:
* Ambas usam o nome Jeová (ou um termo equivalente), embora a Maçonaria não se refreie de utilizar outros nomes.
Criar um Site Grátis   |   Crear una Página Web Gratis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net