Sites Grátis no Comunidades.net
Crie seu próprio Site Grátis! Templates em HTML5 e Flash, Galerias em 2D e 3D, Widgets, Publicação do Site e muito mais!

ImageChef Custom Images


SOU TEÓLOGA, MISSIONÁRIA, ESTUDANTE DE DIREITO, FIZ CURSO DE FORMAÇÃO DE OBREIROS, DE GREGO ANTIGO E HEBRAICO PARA TRADUZIR OS MANUSCRITOS BÍBLICOS, E ATUALMENTE DEDICO-ME A PESQUISAR AS TESTEMUNHA DE JÉOVÁ.
Total de visitas: 55405
AS TESTEMUNHA DE JEOVÁ E SEUS FALSOS ENSINAMENTOS


Quem tem uma formação mínima em Direito, SABE que existem atos praticados por equívoco e atos praticados de MÁ-FÉ, se bem que, para isso, nem precisa ter este tipo de formação.

Ao se examinar os ensinamentos da seita das Testemunhas de Jeová, com base no que VERDADEIRAMENTE dizem as Escrituras Cristãs, verifica-se que, TUDO o que os COMANDANTES da seita ensinam, tem um sentido único, uma direção única. Os FALSOS ENSINAMENTOS (falsas verdades) apontam sempre para um único objetivo: CONTRARIAR O QUE ESTÁ ESCRITO NAS ESCRITURAS, ENSINAR DIFERENTE DO QUE ELAS DIZEM. Para isso, a tal STV utiliza-se de diversos métodos diferentes (diversas formas) de interpretar o que está escrito nos Textos Sagrados. Ao examinar um assunto das Escrituras, ela pode fazer um exame superficial do que está escrito, pode fazer um exame parcial, pode omitir informações, pode acrescentar informações e principalmente INVERTER as coisas.

Para incutir na cabeça dos adeptos, esses FALSOS ENSINAMENTOS, a seita desenvolveu o método de programação herdado do VIGARISTA Charles Taze Russel, constituído, este método, basicamente de retirar versículos bíblicos fora do contexto, de examiná-los e explicá-los nessa condição e de ensinar, as interpretações fraudulentas sobre eles, repetidamente, para condicionar a vítima.

Antes de programar os seus adeptos, considerando que os seus falsos ensinamentos seriam facilmente perceptíveis, até para adeptos reconhecidamente fracos como os seus, do ponto de vista intelectual (gente leiga, de baixo grau de instrução, sem a mínima capacidade crítica), obviamente a seita precisa prepará-los, para receber a “sua verdade”.
É como um agricultor que prepara o solo, antes do plantio. Primeiro ele limpa e ara a terra, depois aduba e, somente depois, espalha as sementes pelo terreno.

Desta forma, consciente de que só ensina mentiras, distorções e baboseiras, entre outras coisas, com o propósito deliberado de produzir adeptos que, depois, propagandearão um conjunto de heresias e blasfêmias como se fossem “a verdade cristã”, a seita precisa prepará-los, antes de produzir cabeças representativas de aberrações antagônicas do verdadeiro Cristianismo. Assim, a seita primeiro diz para os seus programados coisas como: que a Bíblia é a palavra de Deus, que a Bíblia é inspirada, que a Bíblia não contém erros, que Jesus Cristo é o filho de Deus, que Deus é um só, que Deus nunca erra, nunca falha, não mente, jamais deixa de cumprir o que diz, e assim por diante. A seita diz um monte de coisas inegáveis, mas básicas, pelas quais ela faz com que o adepto gere uma confiança íntima nela, uma confiança inabalável, insuspeita. Essa confiança na seita, conquistada com ensinamentos básicos, repetidos dezenas de vezes, servirá para o que ela vai dizer depois, porque deu uma demonstração de suposta crença e confiança em Deus e nos seus Escritos, que não poderia ser objeto de nenhum questionamento. A seita, depois de encher os ouvidos do adepto de trivialidades básicas, a respeito de Deus e de sua Palavra, não poderia ser considerada suspeita de nada. Ela induz o adepto a produzir uma confiança total nela, pelos ensinamentos triviais. O adepto, por ser fraco intelectualmente e por ter iniciado seu aprendizado nessa seita, ouve ensinamentos básicos sobre a Doutrina Cristã e acha que está ouvindo coisas que fazem dele um “um intelectual da Teologia Cristã”, um profundo conhecedor, um Cristão, dotado de profundos conhecimentos cristãos. Coitado!

Depois de conquistar a confiança, ensinando trivialidades de amplo conhecimento público, a seita vai fazer os maiores malabarismos de interpretações nos demais assuntos, não tão básicos, triviais e suscetíveis de conhecimento generalizado; portanto, assuntos nos quais ela pode ensinar diferente do que está registrado nas Escrituras, pois os adeptos nunca tiveram contato com eles, antes de entrar na seita e, se tiveram, como eles são principiantes, ela tem todas as condições de reinterpretá-los e dizer que a Cristandade não ensinou direito. Que ela é que sabe.
Como ela os afasta das Escrituras Sagradas e os induz, permanentemente, a ler e a sair para vender revistas, objetivo máximo do seu negócio editorial, não há como o iludido vir a comparar o que ela ensina com o Texto Bíblico e descobrir a verdade sobre o que, de fato, está escrito.

Depois de devidamente “preparada”, a cabeça do adepto, a seita vai começar a “espalhar as sementes” dentro dela, a semear suas heresias na sua mente. Vai começar a examinar diversos assuntos das Escrituras, de acordo com a conveniência dela, de uma forma particular.
De uma pesquisa que se fez, constatou-se que ela, até hoje, “mexeu” com sete por cento dos versículos bíblicos; ou seja, em cento e tantos anos de seita, ela conseguiu examinar sete por cento dos Escritos da Bíblia; deu cursos bíblicos nos quais ela conseguiu examinar sete por cento das Escrituras (QUE CURSO BÍBLICO MAIS DEMORADO ESSE, hein?). Para se chegar a ler todos os versículos bíblicos, numa seita dessas, quantos anos o adepto precisa viver.

Se examinarmos os versículos bíblicos com os quais ela lida, verificaremos que, estes, são os versículos nos quais ela tem interesse, para formar um conjunto de verdades, supostamente coerentes, através das quais ela vai produzir a sua DOUTRINAÇÃO. Essa DOUTRINAÇÃO será produzida com os seguintes propósitos: 1) tirar a suficiência, soberania e autoridade das Escrituras, 2) induzir o adepto a acreditar que não pode entender as Escrituras Sagradas por conta própria; ou seja, que ele precisa de um suposto “canal visível” para isso, 3) induzir o adepto de que a seita é o tal “canal”, e que, portanto, deve ter autoridade sobre o aprendizado dele, 4) induzir o adepto a ler as revistas, 5) induzir o adepto a trabalhar em todos os serviços, nos quais ela precisa de mão-de-obra gratuita, 6) impedir o adepto de fazer qualquer coisa importante de seu interesse, como cursar uma faculdade, que possa lhe direcionar o tempo e os recursos para outra coisa, que não seja a leitura e a vendagem das revistas, o grande negócio da seita, 7) desmoralizar as outras religiões e induzir o adepto a desdenhá-las e a odiá-las, porque estas são uma ameaça para a seita, pois, com os seus ensinamentos – mesmo que não sejam da melhor qualidade cristã - podem quebrar a DOUTRINAÇÃO e destruir a programação, fazendo a seita perder um cliente de leituras obrigatórias de revistas pagas, um distribuidor e vendedor de revistas, um fornecedor de mão-de-obra gratuita, para todos os serviços e um escravo “preparado”. Existem outros propósitos da doutrinação, mas, por hora, a alusão a estes é suficiente.
É justamente para produzir uma doutrinação, com propósitos deste tipo, que a seita faz exames superficiais das Escrituras, faz exames parciais, omite informações, acrescenta e principalmente INVERTE as coisas. Assim, a seita produz os FALSOS ENSINAMENTOS, as FALSAS VERDADES. Alguns desses ENSINAMENTOS DISTORCIDOS servem para lhe favorecer financeiramente, no negócio editorial. Mas, outros, apontam sempre para um único objetivo: CONTRARIAR O QUE ESTÁ ESCRITO NAS ESCRITURAS, ENSINAR DIFERENTE DO QUE ELAS DIZEM. Nesse sentido estrito, temos diversos ensinamentos dessa seita, como por exemplo, a morte de Jesus Cristo em um madeiro, que são distorções totalmente desnecessárias, para uma seita que pretenda apenas se locupletar financeiramente (ou economicamente) as custas de um bando de ignorantes, aliciados no meio social. Se o objetivo dessa seita fosse apenas financeiro, não haveria porque ensinar certas coisas de forma totalmente contrária às Escrituras, que não sejam de interesse para a vendagem de revistas. É claro que, a insistência da seita, nos ensinamentos de heresias e blasfêmias, têm um outro objetivo, ESCUSO, que não está sendo devidamente examinado por ninguém, que não pode ser exposto.
Existem artigos tratando de seus envolvimentos com a Maçonaria, mas o pessoal que estuda a seita não está examinando essa outra situação: porque essa seita insiste tanto, descaradamente e de forma tão determinada em CONTRARIAR O QUE ESTÁ ESCRITO NAS ESCRITURAS, ENSINAR DIFERENTE DO QUE ELAS DIZEM?
É obvio que, os COMANDANTES da seita, têm interesse nisso e o interesse não tem nada de cristão, nem é comercial. Qual é, então?
Para mim, as coisas são claras. A situação é evidente. Têm maçons na cúpula dessa seita. Os maçons a usam, por um lado, para ganhar dinheiro e, por outro, usam os adeptos para disseminar heresias, distorcer todo o entendimento possível, sobre as Escrituras Sagradas, enfraquecer as qualidades de Jesus Cristo, com uma Cristologia totalmente depurada, enfraquecida e destituída das suas condições básicas.
Imaginem um maçon chegando na casa de alguém e alegando que quer ensiná-lo sobre Cristianismo? Quem é que vai levar a sério um maçon falando em ensinar Cristianismo? Quem é que vai confiar nos ensinos cristãos vindo de um elemento desses? Maçonaria e Cristianismo são totalmente contraditórios. Ou um ou outro. Os dois juntos, não dá.
Embora neguem de público, os Chefes da Maçonaria sabem disso e, estes, também enganam seus adeptos e simpatizantes, com a pregação de uma falsa coerência entre as duas doutrinas.
Ocorre porém, que uma é TOTALMENTE SATÂNICA e não pode coexistir com o Cristianismo.
O ENFRAQUECIMENTO, A DISTORSÃO, A DETURPAÇÃO do Cristianismo é, pois, indispensável para a Maçonaria. Para os maçons poderem “se criar”, para poderem se disseminar, se estabelecer no seio social, para poderem se sentir mais a vontade e, ainda, se fazerem passar por cidadãos respeitáveis, admiráveis, de importância, Satanistas importantes, o Cristianismo precisa ser enfraquecido. O maçon se sente mais a vontade numa sociedade, onde o Cristianismo é fraco, onde as forças morais cristãs não tenham poder de denunciá-lo, de combatê-lo e de enfrentá-lo. Ai, o maçon toma conta, como tomou nos Estados Unidos.
Imaginem um maçon saindo as ruas, para ensinar Cristianismo às pessoas. Seria cômico. A Maçonaria sabe disso.
Por isso, a Maçonaria produziu seitas como o Mormonismo, o Adventismo e a STV. Ela usa “testas de ferro” para isso, para ensinar um “cristianismo espúrio” e, ao mesmo tempo em que ganha dinheiro, enfraquece, distorce e deturpa o Cristianismo verdadeiro, a verdadeira Doutrina Cristã.
Estas “seitas satânicas, criadas pelo pessoal do Grande Arquiteto do Universo”, vinculadas a essa coisa repugnante - a tal Maçonaria-, se fazendo passar por cristãs; ou seja, se fazendo passar por amigas, disseminam o VENENO delas, de interesse exclusivamente maçônico, no seio da Sociedade Cristã. Estas seitas são TODAS vinculadas à Maçonaria – constitutivas da trindade maçônica -, que, por sua vez, é uma das maiores interessadas no movimento intitulado NOVA ERA.
Até o sangue que já foi derramado de milhares, durante a história das falsas Testemunhas de Jeová, pode ter sido encomenda da NOVA ERA à Maçonaria, como preço a se trazer o anti-cristo.

Eu falei, no início, que, quem tem uma formação mínima em Direito, SABE que existem atos praticados por equívoco e atos praticados de MÁ-FÉ, se bem que, para isso, nem precisa ter este tipo de formação.
Pois bem, ao se examinar a natureza dos ensinamentos da seita das falsas Testemunhas de Jeová e os métodos usados para desenvolver esses ensinamentos, através dos quais se produz a DOUTRINAÇÃO, percebe-se facilmente que TUDO são atos praticados de MÁ-FÉ. Essa seita é de MÁ-FÉ. Não se pode atribuir o que ela ensina apenas a interesses comerciais. Essa seita é MAÇONICA e vinculada ao movimento intitulado NOVA ERA. O objetivo dessa seita também é o do ENFRAQUECIMENTO, DISTORSÃO e DETURPAÇÃO do Cristianismo no mundo.
Ouçam o que eu estou dizendo, para depois não dizerem que ninguém avisou. Que não sabiam, que não perceberam
Nome: Jesiane Suzana Salva
Criar um Site Grátis   |   Crear una Página Web Gratis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net